segunda-feira, dezembro 19, 2005

A Catedral de Alcântara


Ensopado de Borrego, tinto da casa e pêra bêbada. O contrário de Bonjour tristesse será Bon après-midi jolie? Sinto-me restaurado, recomposto, recuperado de todas as agruras da vida (pagar o imposto municipal logo pela manhã). Somos tão simples, um bom almoço, uma tarde a afagar o baixo ventre e a felicidade existe. Vai sentir falta disto Sr. Hamelinck. Mais um imigrante conquistado pelo estômago pela gastronomia lusa e pelas doses generosas da Catedral de Alcântara. Vida de cão? Claro que sim.

2 comentários:

Sr. Nefasto disse...

Um bom amigo meu voltou dos EUA. Levei-o imediatamente ao Santuário de Alcântara para se purificar de oito longos meses do outro lado do Atlântico.
Na primeira metade do almoço utilizou vinte vezes a palavra Eficácia (coisa que aprendeu lá na terra dos filmes), na segunda metade utilizou vinte vezes a palavra Saudade (coisa que se tem quando se está longe da vitela barrosã).
No fim como resumo do lado de lá uma tirada em inglês: "It's a lonely place, out there".

anita_vai disse...

"afagar o baixo ventre" - esta expressão só pode indicar a qualidade do tinto da casa acima referido, porque se o senhor funesto pensar um bocadinho, não me parece que seja muito bom para si e para o senhor hamelinck passar a tarde a fazer isso. Not that there's anything wrong with that...