segunda-feira, julho 09, 2007

Por causa dos chineses

DSC00053

DSC00021

DSC00054

DSC00052

DSC00025


Por causa do Museu de Sintra, por causa do CCB, por causa dos anúncios e das acções do Millennium BCP, por causa da OPA ao Benfica e agora por causa do Jardim do Oriente, Joe Berardo continua a ser uma notícia constante. É esta figura, misto de Berlusconi, Paris Hilton e Calouste Gulbenkian, o responsável pela construção do jardim oriental/budista que está a surgir entre o Bombarral e o Cadaval, na Quinta dos Loridos.
O espaço de 35 hectares, terá, no dia de abertura e segundo a Gazeta das Caldas, 6 mil toneladas de estátuas. Há duas semanas atrás eram já muitos os olhos rasgados e não deixava de ser bizarro estar em plena Estremadura, terra de festivais vinícolas, da Feira da Pêra Rocha e das Grutas da Lapa do Suão e das Pulgas, estar a conviver com gigantes estátuas de Shiva e de Buda.

“As obras ainda estão quase no início e até Dezembro, quando estiverem concluídas, o número de estátuas será quatro vezes maior do que o actual. Na região, a Quinta dos Loridos já é local de peregrinação desde que passou a palavra que ali estão a construir um tão estranho jardim. Aos fins-de-semana vão famílias em romaria visitar as obras e tirar fotografias às estátuas. Em declarações à Gazeta das Caldas, (Joe Berardo) diz que teve a ideia de construir este jardim quando soube, indignado, da destruição das estátuas do Buda pelos talibans no Afeganistão. “É uma homenagem aos budas que foram bombardeados e será o maior jardim do Oriente da Europa”, disse.”

Ao que parece as estátuas foram todas compradas à China e algumas delas foram esculpidas num muito viajado granito português.

7 comentários:

Sr. Nefasto disse...

um jardim oriental na "west coast" da europa. depois da maior feijoada na ponte, temos a maior sopa de pedra chinesa. sinto é falta da roda gigante em forma de yin-yang, da montanha-russa-chinesa com um dragão da sorte, do algodão-de-porco-doce, e das farturas de camarão. que raio de parque temático é este?

4ojos disse...

El kitsch se impone

jojo disse...

a mania portuguesa da coisa maior da europa.

Anónimo disse...

Tirem-me estes respeitáveis Budas e quejandos daqui... isto não é encontro de culturas. É porcaria.São os restos de um bazar chinês que o Berardo comprou ao kilo. Tenham juízo.
Protejam o que há de autêntico por cá e façam, isso sim, circos e Feiras Populares com temas asiáticos, mas não estraguem a natureza do pequeno Portugal assim.
Não sou do Partido daquele nazi, mas nada de misturas indigestas

Anónimo disse...

tipico do português....criticar antes de ver....enfim, há coisas que nunca mudam....
o jardim para que se saiba está bastante agradável e antes terem aproveitado e mantido um espaço verde, que terem construido um centro comercial ou uma grande rotunda.

Sr. Nefasto disse...

de repente.... TU GOSTAS-TE DISTO COMO TUDO!!!! olha o monte de fotos que tiras-te....
hahahaha
é irresistível, não é?

bruno cunha disse...

já fui ao jardim e simplesmente achei aquilo uma megalómana galeria de horrores, nada mais que pura ostentação de mau gosto e novo-riquismo...