segunda-feira, dezembro 24, 2007

Toda a gente faz listas

sobre isto e aquilo, o melhor e o pior, pois bem, estas são as minhas.

O pior de 2007

- Os locutores de rádio a dizerem “Deixe-se ficar desse lado”. O que é que eu poderia fazer? Invadir o vosso estúdio e obrigar-vos a tocar a Grândola Vila Morena? Por favor, actualizem os vossos slogans.

- O Cirque du Soleil.

- As pessoas.

- Os intervalos publicitários de 20 minutos.

- A minha memória.

O melhor de 2007

- O Santana Lopes a levantar-se indignado com as interrupções próprias do jornalismo de entretenimento, paradoxalmente uma das suas especialidades.

- The Pillow Man, de Martin McDonagh encenado por Tiago Guedes e interpretado por Gonçalo Waddington, Marco D´Almeida, João Pedro Vaz e Albano Jerónimo.

- Algumas pessoas.

- Viggo Mortensen a vestir (despir?) a pele de um mafioso russo em Eastern Promises de Cronemberg.

- Outras cenas.

3 comentários:

anita disse...

ena, ena
vou já a correr fazer a minha, mas uma das melhores coisas de 2007 foram vocês e toda a companhia e conversa que me deram.
:D

(estou tão, mas tão natalícia que enjoo)

lanka4earth disse...

Bem, eu teria incluído ainda a exclamação real do ano "por que no te callas". No melhor, claro. E logo depois da vitória da democracia sobre o Joe Berardo da Venezuela (perdona-me la comparación, Hugo).

Uma vez que para mim o passado esvanece quando o sol nasce, fiz uma lista virada para o futuro (próximo).

a virgin green citizen's modest new year's resolutions list


happy 2008!

4ojos disse...

en Espanha los intervalos publicitarios son de más de media hora a veces, así es que aún tenéis margen para que el 2008 sea aún peor que el 2007!!!