terça-feira, maio 09, 2006

Trabant

trabant

Num país distante, num tempo que já passou, milhões de pequenas pessoas esperavam vinte anos por este pequeno clássico. Os seus grandes camaradas do partido também tinham direito a ele. Numa versão com mais extras. "Full-extras" que é como se diz agora.

A persistência da memória mostra como tudo se repete, uma e outra vez, num devir ora irónico ora triste.
Podemos mudar os carros e mudar as estátuas e os partidos e os políticos e o raio que nos carregue mas os "full-extras" desta vida andam sempre por ai, para nos dar palmadinhas nas costas e por na linha.

1 comentário:

Sr. Funesto disse...

E o mundo divide-se entre quem tem os full-extras e quem não tem, já dizia o Sócrates.

Por falar nisso, estive no interior de um dos minis paneleiros que tu queres comprar e gostei daquilo, um misto de avião anos 50 e um mini-bar.

Se me deixares dar uma voltinha, tens a minha aprovação.