quinta-feira, janeiro 31, 2008

29 espadas. nenhuma delas branca.

cad30.jpg

pronto. cá estou. oiço o mr.cash em loop cantar que o caminho da perdição não tem saida. mais outra vez. e outra, e outra. caminho longo, johnny boy. três da manhã. amanhã levanto-me tão cedo quanto a minha alma o permitir. tão pesado quanto puder. loop de novo. o trabalho nunca foi tão bom como agora. com os meus amigos. os amigos. estão quase todos lá. os do sangue e os outros. everybody and everbody else como me disseram hoje. apaguei quase tudo para trás. quase tudo. god's gonna cut me down.  nunca tive tanta vontade de ir trabalhar como agora. run on for a long time. run on, for a long time.  nunca como antes. tudo por fazer, tudo possível, mais uma mini. e uma aguardente. e outra. e outra, porra. run on for a long time. you are like a kind of 70's playboy wannabe.... and a simple man for everbody else. hahahah que disparate. ainda por cima dito em inglês com sotaque de leste. tão bonito. my heart stood still. and the voice so sweet.
quase trinta, meu menino. vai e faz qualquer coisa de valor. por ti.

1 comentário:

PLF disse...

enquanto os outros continuam por cá no rame-rame de sempre... a inveja é uma coisa feia...

Um grande abraço!

Pedro Faria