segunda-feira, julho 11, 2005

Something fishy

atum2
Este Meco, não foi Meco, foi Tejo. Este Meco foi o primeiro que perdi e pelo que me disseram não perdi muito. Muito cheiro a peixe, poucos músicos, pouca emoção, pouca escolha. Muita doca, pouca pesca. O primeiro ano com Herbert às quatro ou cinco da manhã, isso sim, memorável. Ou há 3 anos com Kings of Convenience no auge, Badmarsh and Shri ao rubro e tanto, tanto por onde escolher. Ou mesmo o ano passado novamente com Herbert, Bjork e DJ Patife. Enfim o que é bom não dura para sempre. Meco is dead. Long live Meco.

1 comentário:

Miguel Abreu disse...

Ora aí está : a 1º edição, lá para as 5..,6 horas e a mestria de Dr. Herbert no seu live sampling , inclusivé com o objecto - protagonista dos Deuses devem estar loucos, a encerrar, o que Alpha deliciosamente inaugurou.